Envelhecimento da população portuguesa

Evolução do índice de envelhecimento em Portugal

 

                A população idosa portuguesa tem vindo a crescer de forma consciente, nos últimos 70 anos,  essa tendência deverá manter-se até 2020, ano em que cada 2 em 10 portugueses terão mais de 65 anos.

De acordo com os dados apresentados no III congresso de demografia, enquanto em 1941 existiam 505600 idosos, em 2002 estavam recenseados 1735542 o que significa um crescimento de 243% valor muito superior ao crescimento da população total que foi de 34%.

Assim, enquanto em 1941 as pessoas com mais de 65 anos representavam 6.5% da população em 2002 elas passaram a representar 16.7% e em 2020, estima-se que representam 19.2%

 

 

 

Contrastes regionais:

  • Em todo o interior e ainda em algumas regiões do litoral centro e sul, o índice ultrapassa os 100% sendo o valor mais alto na Beira Interior sul com 218,9%
  • No litoral, especialmente no Norte, e ainda mais nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira, assiste-se a um claro predomínio dos jovens relativamente aos idosos, a causa destes valores assenta na natalidade que é muito superior nestas regiões
  • A Grande Lisboa e a península de Setúbal, assim como o Algarve, apresentam valores intermédios, em consequência da atração de população em idade jovem que se desloca para estas regiões em busca de emprego e qualidade de vida superior, o que minora o processo de envelhecimento

 

Índice de Dependência Total – % de não ativos em relação aos ativos

Índice de Dependência de idosos- % de idosos em relação ao nº de ativos

Tem registado uma evolução regular, passando de 12,7 (anos 60) para 24% em 2001.

Índice de Dependência de jovens- % de jovens em relação ao nº de ativos

Tem registado uma descida de 46% para 23%, ou seja, cerca de metade.

  • A população inativa tem vindo sempre a aumentar devido à população idosa, isso vai originar problemas económicos, o que também não favorece a população jovem que é cada vez em menor número. No futuro se esta variação não se alterar os jovens vão ter problemas em criatividade e inovação

 

 

 

 

Consequências do envelhecimento:

  • Aumento do índice de dependência de idosos faz com que a população ativa tenha cada vez mais encargos com a população idosa
  • Diminuição da população ativa conduz a uma redução na produtividade do país
  • Diminuição do espirito na dinamização e inovação, que em geral são características da população mais jovem
  • Diminuição da produtividade, porque em princípio, os jovens serão mais produtivos do que os empregados em fim de carreira
  • Aumento dos encargos sociais com as reformas e com a assistência médica aos idosos
  • Redução na natalidade, uma vez que estão a diminuir os escalões etários onde a fecundidade é mais elevada;

 

Taxa de Fecundidade: Nº de nascimentos por ano, por mil mulheres com idade entre os 15 e os 49 anos

 

Índice de renovação de gerações: valor que corresponde ao nº de filhos que em média, cada mulher deverá ter (valor mínimo 2,1);

 

Índice sintético de fecundidade: nº de crianças que em média cada mulher tem

 

Declínio da fecundidade:

Na U.E. o decréscimo tem sido constante.

Portugal em 1960 registava um valor de 3,1 filhos por mulher, nº apenas superado pela Irlanda.

Atualmente Portugal regista o valor médio da U.E ou seja 1,5 filhos por mulher.

Irlanda regista o valor mais alto 1,9 filhos e Espanha e Itália os mais baixos com 1,2 p/mulher.

 

Literacia- competências básicas de leitura, escrita e cálculo e ainda de interpretação de situações de diagnóstico e de solução de problemas;

 

Atualmente, apesar de ter 12 anos de escolaridade obrigatória, Portugal continua a ocupar uma posição intermédia, no contexto mundial, registando valores inferiores aos mais desenvolvidos

Tem existido um progresso neste setor, nomeadamente:

-diminuição da taxa de analfabetismo

-aumento da taxa de escolarização

-aumento da escolaridade obrigatória

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s