Subsolo

Subsolo

No subsolo podem existir várias camadas (estratos). A crosta terrestre é a camada mais próxima da superfície terrestre. Comparada com o manto ou o núcleo é uma camada muito fina. É no subsolo que encontramos todos os recursos minerais e água infiltrada por fendas que se deposita nas toalhas freáticas. Esta água fica quase purificada devido a atravessar várias camadas rochosas para além disso ao atravessar várias camadas também ganha características químicas específicas consoante as rochas que vai atravessando.

No subsolo existem três grandes grupos de rochas: rochas ígneas, sedimentares e metamórficas. As rochas ígneas (magmáticas) são resultado de material eruptivo, têm origem no interior da terra. Afloram à superfície da terra através de erupções vulcânicas, ao chegar à superfície vêm sob a forma de lava, que em contacto com o ar solidificam. As rochas magmáticas mais conhecidas são o basalto e o granito, geralmente são escuras e duras. Em Portugal as cadeias montanhosas onde surgem estas rochas são a Serra da Estrela, a Serra de Sintra, a Serra do Gêres e a totalidade da RAA e da RAM. Estas rochas podem ser intrusivas e extrusivas. As primeiras também são conhecidas por plutónicas ou abiçais – são formadas a partir do arrefecimento. As segundas são conhecidas por vulcânicas ou efusivas.

(…)

Conceitos

  • Águas minerais – Águas naturais, gaseificadas ou não, ricas em determinados sais minerais, o que lhes confere propriedades terapêuticas.
  • Águas termais – Águas muito ricas em determinados sais minerais, usadas com fins medicinais e que podem aparecer à superfície ma temperaturas muito elevadas.
  • Combustíveis fósseis – Fontes de energia como o carvão, o petróleo ou o gás natural que resultaram da decomposição, há milhões de anos, de matéria orgânica.
  • Energia geotérmica – Energia resultante do aproveitamento do calor do interior da Terra.
  • Indústria extrativa – Atividade económica associada à extração de recursos naturais, no estado bruto, a fim de serem utilizados noutras indústrias como matéria-prima ou como fonte de energia.
  • Jazida – Área de grande concentração de substâncias minerais, cujo valor económico torna viável a sua exploração.
  • Mina – Local de extração de minerais, podendo localizar-se em profundidade ou a céu aberto.
  • Mineral energético – Mineral explorado para a obtenção de energia, como por exemplo o carvão e o urânio.
  • Mineral metálico – Mineral constituído por substâncias metálicas, como por exemplo o ferro, o cobre e o sal-gema.
  • Mineral não metálico – Mineral constituído por substâncias não metálicas, como por exemplo o quartzo, o caulino e o sal-gema.
  • Recurso endógeno – Recurso de um país ou região.
  • Recurso exógeno – Recurso disponível noutros países ou regiões.
  • Recurso não renovável – Recurso esgotável, finito, por exemplo o petróleo, o carvão e o ferro.
  • Recurso renovável – Recurso que não se esgota, como por exemplo a energia solar, eólica e geotérmica.
  • Rochas industriais – Rochas que têm como destino a indústria ou a construção civil.
  • Rochas ornamentais – Rochas utilizadas para fins decorativos.

Quadro síntese

Recursos Situação atual Potencialização
Minerais

·         Metálicos

·         Não metálicos

·         Energéticos

Empresas de pequena e média dimensão (PME);

Tecnologia antiquada e inadequada;

Falta de capitais;

Circuitos comerciais deficientes;

Jazidas de baixo teor;

Exportação de produtos de baixo valor acrescentado;

Grande dependência externa (petróleo);

Recursos renováveis subaproveitados.

Reestruturar as empresas existentes;

Utilizar novas tecnologias;

Criar legislação para controlar as empresas;

Prospeccionar novas minas;

Desenvolver indústrias a jusante da indústria extrativa;

Fomentar a utilização de recursos endógenos como as hídricas e as energias renováveis.

Águas

·         Termais

·         Minerais

·         Nascente

Circuitos comerciais pouco desenvolvidos e pouco divulgados;

Grandes potencialidades ao nível da qualidade das águas;

Estâncias termais subaproveitadas.

Aproveitar as águas de mesa para exportação;

Aproveitar as águas minerais e as minero-medicinais para desenvolver as estâncias termais, especialmente as do interior do país para criar emprego.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s