Questões saídas em Exame agrícola

Questões saídas em Exame agrícola

1.O clima é um dos factores naturais que, em Portugal, mais condiciona a agricultura porque:

a) A estação mais quente coincide com o período do ano de maior humidade e precipitação;

b) As baixas temperaturas que se registam no Inverno afectam o desenvolvimento das culturas temporárias

c) A precipitação se distribui de forma muito irregular no tempo e no espaço

d) Só permite a prática do sistema de cultura de sequeiro

2.Os solos:

a) Apresentam, regra geral, fraca aptidão para a actividade agrícola;

b) Que melhor se adequam à prática agrícola encontram-se, frequentemente, por cultivar.

c) Estão, geralmente, ocupados com culturas bem adequadas às suas características.

d) São, na maior parte dos casos, férteis e profundos, como são exemplo os da região agrária do Alentejo.

3.Os minifúndios:

1.Diminuem a necessidade de mecanização;

2.Obrigam, regra geral, à prática de um sistema mono cultural.

3.Registam, quase sempre, um rendimento agrícola elevado.

4.Constituem um entrave ao desenvolvimento de uma agricultura voltada para o mercado.

4. Um dos factores que mais impede o desenvolvimento do sector agrícola é a(o):

1.Diminuição do nº de agricultores em actividade;

2.Resistência à inovação manifestada pelo grupo etário dominante entre os produtores.

3.Excessiva dispersão e diversificação dos sistemas de distribuição e comercialização da produção.

4.Elevado nº de jovens sem qualificação profissional empregue no sector.

5.Os problemas detectados no sector agrícola podem ser resolvidos através do(a):

1.Rejuvenescimento da mão-de-obra, na sequência da implementação de reformas antecipadas;

2.Concretização de programas de alfabetização incidindo no grupo de produtores mais idosos.

3.Valorização de técnicas artesanais que permitam uma prática agrícola “amiga” do ambiente.

4.Desmantelamento das cooperativas e da promoção de iniciativas individuais.

Uma das regiões que mais mão-de-obra emprega na agricultura é:

–Açores;

–Beira Interior;

–Entre Douro e Minho;

–Algarve;

A análise, por região agrária, da estrutura etária dos produtores releva que:

–A mão-de-obra empregue na agricultura é predominantemente jovem, em todo o país;

–O arquipélago dos Açores é a região que maior percentagem de adultos, entre os 45 e os 64 anos, emprega;

–No Algarve, 50% da mão-de-obra empregue na agricultura tem 65 ou mais anos.

–No Ribatejo e Oeste o grupo etário menos representado entre a população activa a trabalhar no sector agrícola é o de 45 a 64 anos.

Explique a importância de que se reveste o turismo para o desenvolvimento da região transmontana.

Descreva a importância de que se reveste o sector florestal para a economia nacional.

Indique duas causas de ordem natural que expliquem a vulnerabilidade da floresta portuguesa à ocorrência de incêndios.

Descreva as modificações ocorridas no mundo rural ao nível da ocupação humana e do enquadramento económico que tenha contribuído para a intensificação dos incêndios florestais.

Equacione os principais problemas que decorrem do aumento dos fogos florestais.

O baixo nível de instrução e de qualificação dos agricultores portugueses:

–Permitiu aumentar a competitividade do sector devido aos baixos custos da mão-de-obra;

–Não interfere no processo de modernização técnica e tecnológica da agricultura

–Constitui um factor que condiciona a reestruturação do sector

–Tem conduzido ao aumento da produtividade pela utilização de técnicas “amigas” do ambiente.

A Eutrofização que ocorre em alguns sectores de muitos rios portugueses pode ser bastante reduzida se a montante desses sectores se praticar uma agricultura…

–Biológica

–Intensiva

–Em socalcos

–Segundo o declive

A Cultura da vinha, ao nível da União Europeia, tem sido limitada, entre outros aspectos, com o objectivo de…

–Aumentar a importação extracomunitária de vinhos

–Substituir as castas locais por outras menos resistentes

–Contribuir para a diversificação da produção

–Melhorar a qualidade dos vinhos europeus

A terra pode ser explorada por conta própria ou por arrendamento:

–O arrendamento implica que o proprietário pague (em géneros ou valor financeiro) pela exploração da propriedade.

–A exploração por conta própria verifica-se quando o proprietário é simultaneamente o produtor

–O arrendamento traduz-se, geralmente, num grande investimento na propriedade explorada, que conduz à sua valorização

–Em Portugal, o arrendamento representa a forma mais comum de exploração agrícola.

A categoria de ocupação da SAU em que se inclui a olivicultura é a das…

–Culturas permanentes

–Culturas temporárias

–Terras aráveis

–Hortas familiares

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s